segunda-feira, 22 de junho de 2009

EU ERA UMA GAROTA DE 15 ANOS

Eu era uma garota. Uma garota que, aos 15 anos de existência que deixou de agradecer a Deus a felicidade que um dia possuiu. Eu era como você, autêntica, amiga, feliz e o mais importante era que eu vivia, nessa época eu saia da escola abraçada com minhas amigas com meus amigos mensagens de fé e amor faziam parte de meu cotidiano. Saimos todos juntos sem distinção de cor raça ou religião. Nós nos divertia-mos ao maxímo. Ia-mos a igreja para orar todos juntos com uma chama de esperança de um mundo melhor.
Naquela época eu tinha amigos. Sempre que um precisava do outro encontrava sempre um ombro amigo para receber ajuda faziam o que podiam para tirar você de sua angustia. Um dia fiquei angustiada como muitas pessoas ficam , pedi uma palavra de fé, esperança, conforto e alguem me ofereçeu um cigarro comum, a pessoa que ofereceu-me disse que aquilo ia me fazer bem, iria me ajudar. Fumei sem medir as consequências , pois acreditava nele. E depois disso conheci um outro tipo de cigarro um mais forte que não era vendido em bares e padarias e fumei também, enquanto estava sob o efeito tudo estava bem. Passando o efeito, fumava novamente e varias vesez seguidas sempre tentando alcançar aquele primeiro efeito. Na realidade eu já tinha me tornado uma morta viva a unica coisa que me mantinha viva era meu coração que não havia parado de bater e resolvi procurar alguém que pudesse me ajudar e uma pessoa me mostrou um pó branco que poderia ser inalado ou injetado nas veias , como não conhecia optei em cheirar-lo foi amor a primeira vista parecia que eu tinha minha vida de volta esta tudo bem e durante algum tempo foi assim mas o tempo foi passando e as coisas foram mudando aquela primeira sensação parecia ter desaparecido eu passei então a injetar cocaina nas veias foi uma sensação maravilhosa sensação de poder fazer qualquer coisa e durante muito tempo fui tomando o famoso back , horas tomava nas veias horas fumava uma pedra de crack. Hoje não faço mais parte deste mundo pois estou em um hospital com uma doença que fui vitima quando tomava meus picos nas veias conhecida como HIV ou AIDS não consigo mais caminhar porque minhas pernas não me obedecem mais , escrevo essa mensagem para que você saiba o que a droga fez com minha vida .