segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Agora Voce pode fazer sua doação com cartão de credito via pag seguro uol clicando no link ao lado, é seguro pratico e garantido, nos ajude a continuar salvando vidas, faça sua doação

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Voluntários levando a mensagem no Litoral Norte

Depois de um dia de trabalho, um passeio no shopping Serra Mar. O presidente Marcello e seus voluntários Mauro, Guilherme e Eliton.
Agradecemos desde já os colaboradores das cidades de São Sebastião, Caraguatatuba, Ubatuba e Ilha Bela, sem vocês não seria possível ajudar a tantas vidas a sair do mundo das Drogas.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

campanha 2013

Campanha dos Motociclistas para Arrecadação de Alimentos para Razão de Viver

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Sem Jesus não há Recuperação


Krokodil



Parece um enredo de filme trash ou uma piada de internet. Uma droga barata e viciante de fácil obtenção que apodrece a carne deixando os ossos do usuário expostos ao mundo, um verdadeiro zumbi enquanto definha. No entanto, a droga russa conhecida como Krokodil é real e apavorante.

O que é Krokodil?

Krokodil é um substituto para uma droga cara, a heroína. O princípio ativo do Krokodil, é a "desomorphine" que é vendida em alguns países da Europa (especialmente a Suiça) como substituto da morfina e é conhecida pela farmacologia desde 1932. A desomorphine é de 8 a 10 vezes mais potente do que a morfina. Trata-se de um opiáceo sintético que possui estrutura quase idêntica à da heroína.

A Codeína, um narcótico disseminado pelo mundo inteiro e de fácil acesso pode ser transformado em desomorphine com algumas reações químicas relativamente baratas. Ela então é dissolvida e injetada pelo utilizador. Considerando que a heroína custa 150 dólares cada dose e o Krokodil pode ser obtido por menos de 10 dólares fica fácil entender a razão de sua existência.

Como Ajudar um depedente Químico a se livrar das drogas

Não tire conclusões precipitadas e aja com bom senso e sobriedade. Tenha calma.
Leve o Fato ao Seu Cônjuge ou a Outra Pessoa que Resolva o Caso,
Seu Filho, Parente ou Amigo Corre Risco de Vida
Para agir tenha certeza do fato, caso não tenha certeza, aguarde. É importante ter provas, senão isto irá gerar uma crise, portanto, atenção.
Caso comprovado aja com muita calma, mas aja, é questão de vida ou morte.
Tenha uma Conversa Franca, Sincera e Leal com Ele
Comprovado o fato, tenha calma. É comum os parentes do dependente entrarem em desespero e perderem a calma. Jamais tome esta atitude. Comprovado o fato, sente-se com ele. Mostre que você deseja o bem dele como um amigo. Nesta conversa procure saber tudo. Qual droga utiliza, quanto tempo usa. Não fique chocado diante das informações, aja com naturalidade. Não o discrimine chamando-o de viciado, marginal, maconheiro, nem faça ameaças a ele. Neste momento é comum a família se culpar, não pense assim, este problema acontece em toda sociedade. Dê a ele amor, compreensão e apoio. Seja amigo dele!
Procure Apoio Técnico Para o Tratamento de Seu Filho (amigo), Não Deixe Para Depois
Após saber tudo nesta conversa, e ele desejar ajuda procure apoio técnico. Os familiares devem procurar ajuda para se tratar.
Todos que convivem, com o dependente ficam doentes emocionalmente. Existem grupos de ajuda específicos para familiares. Trate-se!
Estes grupos são do N.A.–Narcóticos anônimos.
Existem também grupos de ajuda para os dependentes. É ai que vamos levar o usuário.
O dependente só irá livrar-se das drogas se ele quiser.
Caso não queira a ajuda, o tratamento é sem efeito. Neste caso ainda existe esperança. Os grupos de familiares ensinam como agir e até como conduzir o usuário aos
 grupos de ajuda como o N.A. A família precisa tratar-se, e lembre-se, nunca permita que seu filho use drogas em sua casa, não libere, não seja neutro, pois poderá perde-lo.
Não esqueça, é sério. Se ele não quiser tratar-se, trate-se!
Compreenda a Luta Dele
Aquele que quer ajudar um dependente, precisa ter muita paciência e preparar-se para lutas e frustrações. Já observei muitas vezes os parentes com alegria declararem que os seus pararam de se drogar, busco neste momento pedir calma. Pois a coisa é bem mais difícil do que parece. Mas diante do que não conhecem declararam: “Não! Desta vez ele parou.
Muitas vezes no processo da recuperação, acontecem recaídas. É entendido que a recaída faz parte da recuperação, caso seja retomado imediatamente o programa de tratamento. Quando ocorre a recaída, o sentimento de derrota do dependente é grande, e isto é 
o suficiente como punição. Neste momento sua atitude fará a diferença. Aja com naturalidade, sem cobranças e busque o momento exato para conversar sobre o assunto.
Muitas vezes o silêncio diz tudo. Bem ordenado e com compreensão o trabalho será recompensado.

quinta-feira, 15 de março de 2012

Curso de Capacitação

Cerca de 300 pessoas participaram da abertura do Curso de Capacitação de Agentes Multiplicadores na Prevenção ao Uso Nocivo de Drogas, que ocorreu na segunda-feira (13), no Auditório Roberto Marinho (Rua José Borges Neto, nº 50, Bairro Mirim ao lado do Paço Municipal). O evento vai até a próxima sexta-feira (17), no mesmo local, com palestras das 19 às 23 horas.

“O curso é de vital importância para que as pessoas adquiram maior conhecimento sobre o assunto. Desta forma, os pais terão capacidade para dialogar com os filhos. A prevenção funciona como principal caminho para combater este mal. Válido destacar que todos os segmentos da sociedade estão envolvidos neste evento”, comentou o vice-prefeito e secretário municipal de Assuntos Metropolitanos.

A palestra inaugural ficou a cargo do delegado da Divisão de Prevenção e Educação (DIPE) pertencente ao Departamento Estadual de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), Reinaldo Correa. 

Durante a palestra, Correa abordou temas relacionados ao consumo de drogas. Destaque para técnicas de prevenção, legislação, comunidades terapêuticas, tratamentos e métodos, abordagens contra drogas no ambiente de trabalho, além de seus efeitos no cérebro.

“O trabalho de enfrentamento deve contar com profissionais capacitados. O apoio da família também é de fundamental importância. Os pais não devem ameaçar. Com amor, você consegue recuperar os filhos. Este processo é lento e requer muita força de vontade”, disse o palestrante.

Público - O curso tem como público alvo profissionais de áreas como saúde, educação, serviço social, esporte, cultura e outros que possam disseminar o conhecimento adquirido para o maior número possível de pessoas. Participam também membros de comunidades terapêuticas, grupos de apoio e entidades sociais que compõem o Conselho Municipal da Criança e Adolescente (CMDCA), além de Conselheiros Tutelares, líderes comunitários, religiosos, pais e sociedade civil.

Todos participantes passaram por seleção prévia. Os alunos com que atingirem mais de 80% de freqüência nas aulas terão direito ao certificado. O curso terá novas etapas em 2012.

03 Diretores e 01 colaboradora da Razão de Viver Participarão do curso

1º Encontro de Politica Sobre drogas no Estado de São Paulo na Baixada Santista



Razão de Viver participa em Santos (UNIMES) no 1º Encontro de Politica Sobre Drogas da Baixada Santista

Lançamento do Manual para Comunidades Terapeuticas


Razão de Viver Participa na Sala São Paulo do Lançamento do Manual de Instalação e Funcionamento para Comunidades Terapeuticas do Estado de São Paulo

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Doações

Estou escrevendo em nome do Centro de Recuperação Razão de Viver, um projeto social que tem como objetivo recuperar dependentes químicos e alcoólicos e tira-los das ruas. Para atingir tal objetivo, nós precisamos muito de sua ajuda.
Em Novembro de 2000, iniciamos nosso trabalho, buscando ajudar familiares de dependentes químicos e o próprio dependente. Hoje, nós já temos mais de 1200 familias atendidas e mais de 200 pessoas recuperadas. e pretendemos alcançar mais de 2000 famílias até 2018.Nós sabemos que essa meta é de grande importância para trazer impactos positivos para nossa comunidade, e agradeceríamos muito o seu apoio. Nós já começamos uma campanha de captação, aceitando doações dos membros da nossa própria organização. Sua contribuição, de qualquer quantia será de grande ajuda para que nosso projeto possa atingir sua meta. 
Também aceitamos outras formas de doação, como móveis usados, eletrodomésticos e qualquer coisa que voce não tenha mais interesse.
Para agradecer sua contribuição para a melhoria de qualidade de vida de nossa comunidade, colocamo-nos à disposição para divulgar o nome da empresa doadora em nossos eventos e materiais.
Agradecemos por ter lido estas linhas e conhecido nosso projeto, e esperamos que você considere nosso pedido de doação. Se tiver qualquer pergunta, ou precisar de mais informações, sinta-se à vontade para enviar um e-mail para  razaodeviverpg@bol.com.br. 
Atenciosamente,
Marcello Nunes de Oliveira
Tel.: 55 (13) 3594-2683
BANCO ITAU AG.2974 C/C 10974-2 EM NOME DE CENTRO DE RECUPERAÇÃO RAZÃO DE VIVER

Telefone

Natal 2011